Pages

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Vereador Nilo Campos entrega sete moção de congratulação na última sessão

Sete pessoas receberam monção de congratulação, entre elas uma servidora desta casa de leis, por serviços prestados a comunidade na sessão desta quarta-feira (29/10), pelo Vereador Nilo Campos (PV).

Entre os congratulados estavam três padres: George Garcia, Marcos Daniel, José Pereira, além dos padres estavam também os servidores Públicos da câmara Municipal de Várzea Grande: Mabel Mônica Campos Mayer, Diney Ribeiro Campos, Catarino Aloísio da Fonseca, Issac Nassarden, Albertino Antonio de Campos.

“Fiquei emocionada com a homenagem, pois o reconhecimento de que o nosso trabalho tem beneficiado os cidadãos várzea-grandenses, isso nos leva a desejar fazer sempre o melhor ao próximo e as pessoas que dependem das ações realizadas pela secretaria. Procuro fazer o melhor dentro das minhas limitações humanas”, ressaltou a servidora Mabel.

Segundo o Vereador Nilo Campos, todos que receberam a moção contribuem de uma forma significativa com a vida da população e merecem receber essa homenagem, pois o reconhecimento produz ânimo para continuar. 


Matéria: Cleide.
















Renovação - PR não descarta ficar na base de Taques e Mauro Savi é rejeitado para presidência da Assembleia, Emanuel Pinheiro é consenso

Fonte: Cuiabá Tudo na Hora
Portal Todos Contra a Pedofilia

Seguindo orientação da nacional, liderada pelo presidente Alfredo Nascimento, o PR quer chegar à Mesa Diretora da Assembleia após eleger a maior bancada, com cinco deputados o maior entrave é a imposição do próprio deputado Mauro Savi para Assumir a presidênciapois a maioria dos eleitos defende renovação na presidência nesse caso surge o nome do deputado Emanuel Pinheiro do PR como franco favorito

Emanuel Pinheiro Cuiabá Tudo na Hora Portal Todos Contra a Pedofilia
Secretário-geral do PR e deputado estadual reeleito, Emanuel Pinheiro afirmou nesta que seu partido ainda não definiu o posicionamento político que terá na Assembleia Legislativa a partir de 2015. A incerteza se dá sobre a possibilidade de fazerem parte da base aliada do governador eleito Pedro Taques (PDT). 

“A única certeza é que não vamos fazer oposição ao Estado. Não vamos fazer oposição por oposição. Queremos o que for bom para Mato Grosso, no que pudermos somar. Agora o que entendermos como prejudicial vamos nos posicionar contrário. Mas vamos discutir isso ainda. Não foi deliberado", declarou ele. 

O Partido da República não fez parte da coligação “Coragem e Atitude para Mudar”, que elegeu Taques, e estiveram durante os últimos 12 anos na base governista. Primeiro com a eleição e reeleição do ex-governador Blairo Maggi (PR), e depois com a sucessão feita com Silval Barbosa (PMDB). 

Seguindo orientação da nacional, liderada pelo presidente Alfredo Nascimento, o PR quer chegar à Mesa Diretora da Assembleia após eleger a maior bancada, com cinco deputados. O partido não elegeu nenhum governador no país nesse pleito, e vê na presidência do Poder Legislativo mais visibilidade e força política nas articulações. 

Mesa Diretora 

Segundo Emanuel Pinheiro, o nome do deputado estadual reeleito Mauro Savi (PR) ainda não é consenso dentro da agremiação, contudo, ele não apresentou possíveis concorrentes dentro do partido. Foram eleitos pelo PR, Savi, Pinheiro, Sebastião Rezende, Nininho e Wagner Ramos. 

Para “baterem o martelo” endossando o nome de Savi, faltaria mais diálogo entre os correligionários. Uma reunião está agendada para este final de semana. 

“Não estamos discutindo nomes, o que todos querem é a Mesa e discutir, conversar, participar, poder contribuir para o fortalecimento da Assembleia. Achamos que nomes podem ser discutidos. O Savi é um grande nome, assim como qualquer um dos 24 deputados. Por enquanto, não estamos nos atendo aos nomes”, completou Pinheiro. 

Considerado favorito na conquista pela cadeira de presidente, Savi ganhou legitimidade após alcançar a maior votação deste pleito, 55.233 mil votos. De acordo com ele, a tendência é que o PR seja um partido independente na Assembleia Legislativa. 

“Vamos conversar com os eleitos, mas pelo que estamos sentindo vai ser a independência. Mas ainda não discutir com a maioria”, declarou ele. 

A reportagem entrou em contato com o presidente regional do PR, o senador eleito Wellington Fagundes, no entanto, sua assessoria afirmou que ele está em Brasília participando das atividades no Congresso Nacional. Ele ainda cumpre mandato de deputado federal.
Em defesa da Renovação - Fonte garante que o grupo G11, aceitam Emanuel Pinheiro na 1ª secretaria, repudiam composição com Mauro Savi

Renovação - Com Mauro Savi o partido pode ficar sem representativa na mesa por ser ligado ao José Riva, Emanuel Pinheiro tem simpatia de Pedro Taques

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Em defesa da Renovação - Fonte garante que o grupo G11, aceitam Emanuel Pinheiro na 1ª secretaria, repudiam composição com Mauro Savi

Renovação - Com Mauro Savi o partido pode ficar sem representativa na mesa por ser ligado ao José Riva, Emanuel Pinheiro tem simpatia de Pedro Taques
A maior bancada, ficaria com a primeira secretaria, cotados Wagner Ramos,Sebastião Resende, Nininho e Emanuel Pinheiro

Parlamentares republicanos irão se encontrar na próxima terça; deputado reeleito Mauro Savi é o mais cotado, porém nesse momento é o nome mais pesado pela sua intima ligação com o deputado José Riva, nesse caso aparece o nome do deputado Emanuel Pinheiro que tem uma ligação próxima com o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), sendo o nome leve para colocar na mesa em busca de uma chapa única ou uma composição com o grupo dos 11 da base de sustentação do governador eleito Pedro Taques.

Segundo o deputado estadual reeleito Mauro Savi, o encontro se faz necessário tendo em vista que, desde o início da campanha eleitoral, os deputados se dividiram entre apoiar os então candidatos ao Governo do Estado, Lúdio Cabral (PT) e Pedro Taques (PDT). 

A cisão se intensificou nesta semana, após o deputado Emanuel Pinheiro (PR) usar a tribuna da Assembleia para criticar o senador eleito Wellington Fagundes, que afirmou que pode haver expulsão de parlamentares que não votarem em Savi para presidente da Mesa. 

“Não acho que exista crise ou cisão no PR. Acho que é direito dele [Emanuel Pinheiro] se pronunciar e expor sua opinião. Temos uma reunião para falar sobre o alinhamento partidário e iremos definir todas essas questões. Com certeza, depois dessa reunião, teremos uma posição dentro do partido”, afirmou Savi.

A bancada do PR no Legislativo é formada pelo próprio Mauro Savi, Sebastião Rezende, Nininho, Emanuel Pinheiro e Wagner Ramos.

De acordo com o deputado, o grupo deve definir um nome e apresentar aos outros deputados do denominado "Grupo dos 13", que serão oposição ao governador eleito Pedro Taques.

No entanto, segundo informações de bastidores, Savi é o mais cotado para concorrer à presidência e o deputado Romoaldo Júnior (PMDB), à primeira-secretaria.

“Não estou buscando unidade em torno do meu nome, mas em torno do nome de alguém do PR. Pode ser qualquer um nome do partido. Temos a convicção de que há bons nomes, como os outros partidos também têm bons nomes, como Walter Rabello (PSD), por exemplo. E vamos respeitar aqueles que vierem a colocar seu nome à disposição”, disse o deputado.

“Cada um tem o direito de se colocar à disposição para disputar presidência e a primeira-secretaria. Respeitamos o Grupo dos 11 e uma junção dos dois grupos é importante para a Assembleia e para a governabilidade do Pedro Taques. Mas estamos em 13, temos direito e estamos conversando entre nós”, afirmou.

Savi, no entanto, observou que não pode garantir que os deputados não mudem de lado. 

Para ele, é importante manter uma conversa diária entre os parlamentares até o dia da eleição.

“Você nunca tem certeza sobre união antes de uma eleição. Mas temos um encaminhamento grande e tranquilo de que os 13 vão andar juntos. Estamos a 90 dias da eleição. Muitas coisas vão acontecer. Acho que essa conversação tem que ser diária”, completou.

Fonte: Cuiabá Tudo na Hora
Portal Todos Contra a Pedofilia

No site Cuiabá Tudo na Hora imagem forte COBRA SUCURI ATACA E ENGOLE AGRICULTOR INTEIRO – CENAS FORTES


Já tinha ouvido falar de cobras de mais de 15 metros capaz de matar e engolir um homem, mas pensei que nunca fosse ver algo assim, esse vídeo me fez acreditar nisso. Cenas chocantes. 

Exclusivo no site Cuiabá Tudo Na Hora imagem fortes Tiroteio na AV. da FAG em Cascavel deixa um morto e dois feridos - Cuidado cenas fortes

um morto e dois feridos - Cuidado cenas fortes

Tiroteio na AV. da FAG em Cascavel deixa um morto e dois feridos - Cuidado cenas fortes

Sem tarja caiu na net site Cuiabá Tudo na Hora - Serial killer de Goiânia se masturbando na webcam! chupando seu próprio pau



Sem tarja caiu na net site Cuiabá Tudo na Hora - Serial killer de Goiânia se masturbando na webcam! chupando seu próprio pau

domingo, 26 de outubro de 2014

Renovação - Com Mauro Savi o partido pode ficar sem representativa na mesa por ser ligado ao José Riva, Emanuel Pinheiro tem simpátia de Pedro Taques

Parlamentares republicanos irão se encontrar na próxima terça; deputado reeleito Mauro Savi é o mais cotado, porém nesse momento é o nome mais pesado pela sua intima ligação com o deputado José Riva, nesse caso aparece o nome do deputado Emanuel Pinheiro que tem uma ligação próxima com o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), sendo o nome leve para colocar na mesa em busca de uma chapa única ou uma composição com o grupo dos 11 da base de sustentação do governador eleito Pedro Taques.

Segundo o deputado estadual reeleito Mauro Savi, o encontro se faz necessário tendo em vista que, desde o início da campanha eleitoral, os deputados se dividiram entre apoiar os então candidatos ao Governo do Estado, Lúdio Cabral (PT) e Pedro Taques (PDT). 
Fonte garante que o grupo dos 11 aceitam Emanuel Pinheiro
 na 1ª secretaria, repudiam composição com Mauro Savi

A cisão se intensificou nesta semana, após o deputado Emanuel Pinheiro (PR) usar a tribuna da Assembleia para criticar o senador eleito Wellington Fagundes, que afirmou que pode haver expulsão de parlamentares que não votarem em Savi para presidente da Mesa. 

“Não acho que exista crise ou cisão no PR. Acho que é direito dele [Emanuel Pinheiro] se pronunciar e expor sua opinião. Temos uma reunião para falar sobre o alinhamento partidário e iremos definir todas essas questões. Com certeza, depois dessa reunião, teremos uma posição dentro do partido”, afirmou Savi.

A bancada do PR no Legislativo é formada pelo próprio Mauro Savi, Sebastião Rezende, Nininho, Emanuel Pinheiro e Wagner Ramos.

De acordo com o deputado, o grupo deve definir um nome e apresentar aos outros deputados do denominado "Grupo dos 13", que serão oposição ao governador eleito Pedro Taques.

No entanto, segundo informações de bastidores, Savi é o mais cotado para concorrer à presidência e o deputado Romoaldo Júnior (PMDB), à primeira-secretaria.

“Não estou buscando unidade em torno do meu nome, mas em torno do nome de alguém do PR. Pode ser qualquer um nome do partido. Temos a convicção de que há bons nomes, como os outros partidos também têm bons nomes, como Walter Rabello (PSD), por exemplo. E vamos respeitar aqueles que vierem a colocar seu nome à disposição”, disse o deputado.

“Cada um tem o direito de se colocar à disposição para disputar presidência e a primeira-secretaria. Respeitamos o Grupo dos 11 e uma junção dos dois grupos é importante para a Assembleia e para a governabilidade do Pedro Taques. Mas estamos em 13, temos direito e estamos conversando entre nós”, afirmou.

Savi, no entanto, observou que não pode garantir que os deputados não mudem de lado. 

Para ele, é importante manter uma conversa diária entre os parlamentares até o dia da eleição.

“Você nunca tem certeza sobre união antes de uma eleição. Mas temos um encaminhamento grande e tranquilo de que os 13 vão andar juntos. Estamos a 90 dias da eleição. Muitas coisas vão acontecer. Acho que essa conversação tem que ser diária”, completou.

Fonte: Cuiabá Tudo na Hora
Portal Todos Contra a Pedofilia
 

Blogger news

Blogroll

About